Última hora

Última hora

Grécia: Atenas quer manter fundos, Bruxelas promete apoios

Em leitura:

Grécia: Atenas quer manter fundos, Bruxelas promete apoios

Tamanho do texto Aa Aa

O governo da Grécia pediu à Comissão Europeia para não reduzir os fundos europeus a canalizar por Bruxelas nos próximos sete anos. O pedido chegou no dia em que o presidente José Manuel Barroso prometeu novas medidas de apoio à Grécia, incluindo quatro mil milhões de euros para as pequenas e médias empresas.

“O povo grego tem aceitado sacrifícios extremamente difíceis. Penso que, se houver agora um compromisso real na implementação do programa de ajuste, esses sacrifícios serão compensados, criando condições para o crescimento e o emprego na Grécia”, disse Barroso.

Na sessão plenária do Parlamento Europeu, em Estrasburgo, onde foi apresentado o pacote, o líder da aliança dos liberais e democratas criticou o comportamento dos políticos gregos, em vésperas de eleições antecipadas.

“Os dois principais partidos políticos na Grécia apoderaram-se de 29 milhões de euros de dinheiro dos contribuintes para iniciar a campanha com vista às eleições de 6 de maio. Acho que é um escândalo e realço que os cidadãos gregos têm feito sacrifícios – e que a Europa e os seus parceiros têm continuado a contribuir -, mas a maioria dos políticos gregos simplesmente mantêm as más práticas do passado”, disse Guy Verhofstadt.

A Grécia aplicou duras medidas de austeridade para obter dois empréstimos da União Europeia e do FMI. Tem agora 21% de desempregados, ou seja um milhão de pessoas.