Última hora

Última hora

Noruega: Breivik diz que repetiria massacre

Em leitura:

Noruega: Breivik diz que repetiria massacre

Tamanho do texto Aa Aa

Anders Behring Breivik justificou o massacre de Julho do ano passado na Noruega como um ato “patriótico” e sublinhou que “voltaria a fazer o mesmo”.

O autor confesso da matança justificou esta terça-feira os atos, no segundo dia de julgamento em Oslo. As vozes críticas dizem que os cinco dias de que dispõe para se explicar apenas servem para lhe oferecer uma tribuna para defender visões extremistas.

O procurador Svein Holden disse que “não caracterizaria o tribunal como um refém, isso é demasiado forte. Era importante que Breivik se exprimisse e que os juízes ouvissem e lhe permitissem concluir a sua leitura”.

A longa declaração de Breivik foi lida longe das câmaras, por respeito às vítimas e para evitar que o autor do massacre se aproveitasse do circo mediático.

Uma psiquiatra afirma que “é possível ler a linguagem corporal” de Breivik. “Ele olha para baixo quando os nomes das vítimas ou os crimes são descritos, para se isolar. É um homem vaidoso e quando faz gestos de ‘varrer’ qualquer coisa dos ombros, pode ser interpretado como alguém que deseja ordem e limpeza, mas também como um gesto para ‘varrer’ a culpa”.

A segunda audiência do processo ficou também marcada pela dispensa de um jurado, depois de este ter pedido, no exterior do tribunal, a pena de morte para Breivik. A pena máxima, na Noruega, é de 21 anos de cadeia.