Última hora

Última hora

Retirada do Afeganistão discutida em reunião ministerial da NATO

Em leitura:

Retirada do Afeganistão discutida em reunião ministerial da NATO

Tamanho do texto Aa Aa

Os ministros da Defesa e os ministros dos Negócios Estrangeiros da NATO reúnem-se, esta quarta e quinta-feira, em Bruxelas, para preparar a cimeira da organização, em Maio, na cidade norte-americana de Chicago.

A agenda é dominada pela estratégia de saída das tropas ocidentais do Afeganistão, prevista para o final de 2014. A forma como as forças de segurança afegãs reagiram ao ataque coordenado dos talibãs, no passado domingo, foi considerada positiva pelo secretário-geral.

“Tivémos agora a oportunidade de ver, na prática, como as forças de segurança afegãs lidaram, de forma muito profissional, com os desafios ao nível da segurança. Estou muito confiante”, disse Anders Fogh Rasmussen.

Num momento de crise económica, a partilha de equipamentos e outros recursos entre os 28 estados-membros da NATO é outra prioridade.

“Vamos falar sobre a capacidade e perfil da organização e sobre como podemos cooperar melhor no futuro”, disse o ministro da Defesa da Alemanha, Thomas de Maizière.

O correspondente da euronews em Bruxelas, Andrei Beketov, realça que “os ministros mostraram-se satisfeitos com a cooperação transatlântica no que toca à Líbia. Acreditam que a Europa está agora mais segura, mas a NATO está preocupada com a ameaça a partir do Oriente, se a sua retirada do Afeganistão deixar o país num caos”.