Última hora

Última hora

Síria: Pelo menos 130 civis mortos desde o cessar-fogo

Em leitura:

Síria: Pelo menos 130 civis mortos desde o cessar-fogo

Tamanho do texto Aa Aa

Nem a pressão internacional, nem a presença dos observadores, têm conseguido travar a violência na Síria.

Na primeira semana de cessar-fogo morreram pelo menos 130 civis, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

O chefe da missão inicial da ONU, Ahmed Himmiche declarou que não serão feitas patrulhas à sexta-feira para evitar que os observadores sejam “utilizados como instrumento” para uma escalada na situação já de si “extremamente precária”, nas palavras de Ban Ki-moon, secretário-geral das Nações Unidas.

Os 30 observadores já no terreno, foram recebidos com euforia pela população de Deraa, que quis mostrar a destruiçã provocada pelo exército fiel a Baschar al-Assad.

Por seu turno, a oposição armada ao regime pede uma intervenção militar de “países amigos”, mesmo sem o aval da ONU, neste momento mais preocupada em conseguir colocar 300 observadores na Síria.

Homs, capital da insurreição, continua a ser alvo predileto da artilharia pesada de Damasco.

Desde o início da revolta, há 13 meses, estima-se que mais de 10 mil pessoas foram mortas na Síria.