Última hora

Última hora

Sudão ameaça Sudão do Sul

Em leitura:

Sudão ameaça Sudão do Sul

Tamanho do texto Aa Aa

O presidente do Sudão, Omar Al-Bashir, ameaçou derrubar o governo do Sudão do Sul.

Al-Bashir deu a conhecer a intenção durante um encontro de apoio às tropas sudanesas que tentam reconquistar a zona fronteiriça de Heglig, tomada pelas tropas do Sudão do Sul há cerca de uma semana.

Na região de Heglig estão localizados importantes campos petrolíferos.

O conflito nesta zona eclodiu em março e agravou-se depois de uma série de bombardeamentos aéreos contra o Sudão do Sul e a tomada da zona petrolífera pelas forças sul-sudanesas.

A comunidade internacional, nomeadamente as Nações Unidas, os Estados Unidos da América e a União Europeia, criticaram a ocupação de Heglig condenando, ao mesmo tempo, os bombardeamentos das forças de Cartum.

Por seu lado o ministro da Informação do Sudão do Sul adiantou que as suas forças não entraram na República do Sudão e que as autoridades de Juba não têm planos para mudar o regime do Sudão ou invadir Cartum.