Última hora

Última hora

Berlusconi diz que jantares foram sempre "elegantes"

Em leitura:

Berlusconi diz que jantares foram sempre "elegantes"

Tamanho do texto Aa Aa

Jogos burlescos. Foi desta forma, que Silvio Berlusconi justificou as indumentárias usadas pelas mulheres que participaram nas suas festas privadas.

O ex chefe de governo italiano acusado no processo Rubygate de ter pago serviços sexuais de uma menor e de abuso de poder garante que a elegância foi sempre o prato principal:

“O que aconteceu na minha casa foram, apenas, jantares elegantes e nunca existiu qualquer situação menos correta.”

Berlusconi assumiu todas as despesas de Nicole Minetti e de outras testemunhas envolvidas no processo. Um pagamento que justifica por razões humanitárias:

“Estou a apoiar todas estas mulheres que arruinei com este julgamento e que vão ficar para sempre desonradas. Muitas perderam o namorado e talvez, não venham a encontrar outro. Cometeram, apenas, o erro de aceitar o convite para jantar em casa do chefe de Governo.”

O funcionário da polícia de Milão, Piero Ostuni, confirmou em tribunal que em maio de 2010 recebeu um telefone do, então, primeiro-ministro italiano a pedir a libertação da marroquina Ruby, detida por roubo.