Última hora

Última hora

China sob suspeita

Em leitura:

China sob suspeita

Tamanho do texto Aa Aa

A China terá prestado assistência ao programa de mísseis da Coreia do Norte. Essa é pelo menos a convicção do secretário da Defesa norte-americano.

Há uma semana, Pyongyang tentou colocar – sem sucesso – um satélite em órbita. Uma tentativa que os Estados Unidos descrevem como uma provocação.

“Tenho a certeza que a Coreia do Norte recebeu ajuda da China, só não sei até que ponto. Dada sensibilidade da informação temos de abordar a questão com alguma cautela. Mas não há dúvidas que Pyongyang recebeu assistência por parte de Pequim” afirma o secretário da Defesa norte-americano, Leno Panetta.

A China que depois do lançamento do foguetão apelou à calma e à contenção da comunidade internacional, ainda, não se pronunciou sobre estas acusações.

A Comissão de Tecnologia Espacial da Coreia do Norte anunciou, entretanto, ter detetado o problema que impediu a colocação em órbita do satélite.

Pyongyang já fez saber que pretende dar continuidade ao programa espacial, que garante ter fins pacíficos.