Última hora

Última hora

Crise grega sai cara aos bancos do país

Em leitura:

Crise grega sai cara aos bancos do país

Tamanho do texto Aa Aa

28,2 mil milhões de euros é o valor dos prejuízos registados, em 2011, pelos quatro maiores bancos gregos.

Com a operação de troca da dívida helénica, Atenas impôs perdas de 74% aos credores privados. Os bancos contabilizaram-nas nos balanços do ano passado e no final a conta é elevada.

O Alpha Bank perdeu 3,8 mil milhões de euros. O Eurobank anuncia 5,5 mil milhões, o National Bank, o maior banco do país, 12,3 mil milhões e o Banco do Pireu fala de 6,6 mil milhões de euros.

Os bancos terão agora de recapitalizar-se até meados de setembro para atingir os rácios de 9% exigidos pelo Banco Central da Grécia, mas a tarefa não é fácil.

O governo ainda não terminou o quadro legal para o acesso ao dinheiro europeu e a degradação económica e a subida do desemprego fizeram explodir a percentagem do crédito malparado para quase 15 por cento.