Última hora

Última hora

Silêncio, amanhã é dia de Eleições em França

Em leitura:

Silêncio, amanhã é dia de Eleições em França

Tamanho do texto Aa Aa

A campanha eleitoral para o primeiro turno das eleições presidenciais francesas foi encerrada ontem, hoje é dia de reflexão.

O candidato socialista François Hollande é favorito em todas as sondagens.

Sarkozy, atual presidente e candidato à reeleição, registou uma notável queda nas últimas semanas, tentou levantar a moral das suas tropas no último comício em Nice, situada na região sudeste do país.

O eleitorado apercebeu-se de uma campanha morna em que todos os candidatos se atacaram sem, no entanto, terem sido capazes de abordar os temas vitais.

“Não me dizem nada, sei por quem vou votar, não peciso de escutar nem uns nem outros”.

“Fracamente não sei o que decidir, mas não é a escolha que eu fizer quando decidir que vai mudar alguma coisa. Eu trabalho muito, é muito complicado e nada vai mudar”.

“Eu sei por quem irei votar amanhã. Em contrapartida penso que a campnha não foi ao fundo das coisas, dos temas importantes que não chegaram a ser abordados, que foram abordados por alto devido às lutas de recreio”.

O que parece claro, segundo as sondagens é que Hollande e Sarkozy deverão travar uma luta muito renhida na segunda volta, enquanto a extrema direita de Marine Le Pen e o candidato da extrema esquerda Mélenchon se batem amanha pela terceiar posição.

Esses dois candidatos e o centrista François Bayrou, quinto colocado em todas as previsões, serão elementos decisivos no próximo dia 6 de maio.