Última hora

Última hora

Sarkozy pisca o olho à direita

Em leitura:

Sarkozy pisca o olho à direita

Tamanho do texto Aa Aa

Sem tempo a perder para recuperar do desaire da primeira volta das presidenciais, Nicolas Sarkozy não poupa críticas a François Hollande.

O presidente cessante desafiou o rival socialista para três debates, mas sem sucesso: “Reitero a minha incompreensão perante o fato de François Hollande fugir dos debates. É incompreensível. Quando debatiam tranquilamente entre camaradas socialistas propuseram três debates, mas agora trata-se de debater diante dos franceses. Projeto a projeto.”

François Hollande fez história ao conseguir, pela primeira vez, derrotar um Presidente candidato a um segundo mandato em França.

A batalha ainda não está ganha e por isso Nicolas Sarkozy começou a campanha de sedução piscando o olho à extrema-direita de Marine Le Pen.

“Os eleitores da Frente Nacional têm de ser respeitados. Fizeram uma escolha, expressaram uma escolha. É um voto de sofrimento, de crise. Porquê insultá-los?”, questiona Sarkozy.

O presidente cessante anunciou para o dia 1 de maio, uma festa do trabalho, do “verdadeiro trabalho, daqueles que sofrem”, nas palavras de Sarkozy.

Será também uma oportunidade de ouro para mobilizar eleitores, precisamente no mesmo dia do desfile tradicional da Frente Nacional em Paris.