Última hora

Última hora

John Edwards julgado por desvio de fundos na campanha de 2008

Em leitura:

John Edwards julgado por desvio de fundos na campanha de 2008

Tamanho do texto Aa Aa

O antigo candidato à investidura democrata às presidenciais norte-americanas, John Edwards, começou hoje a ser julgado por desvio de fundos de campanha.

O ex-senador da Carolina do Norte é acusado de ter utilizado o financiamento de dois doadores para ocultar a existência de uma relação extra-conjugal que poderia ter posto em causa a sua campanha em 2008.

Edwards incorre numa pena de até 30 anos de prisão e 250 mil dólares de multa.

Tara Malloy, uma especialista em financiamento de campanhas eleitorais, afirma que, “a questão central neste processo é de saber se os quase um milhão de dólares de pagamentos feitos a Rielle Hunter, a amante de Edwards, se tratam de um presente pessoal do ex-candidato ou, pelo contrário, de uma contribuição de campanha para a sua corrida às presidenciais de 2008”.

O processo foi aberto por um antigo colaborador de Edwards que, numa primeira fase tinha contribuído para abafar a relação extra-conjugal do ex-candidato, ao assumir a paternidade do filho de Rielle Hunter.

A revelação do escândalo, no mesmo momento em que a esposa de Edwards lutava contra um cancro da mama, levou o ex-senador a abandonar a vida política após a campanha de 2008.