Última hora

Última hora

Primeiro-ministro espanhol: "a situação é muito complicada"

Em leitura:

Primeiro-ministro espanhol: "a situação é muito complicada"

Tamanho do texto Aa Aa

O governo espanhol deixa um aviso: a política de austeridade é para continuar. O executivo defendeu, esta terça-feira o Orçamento de Estado para este ano prevê um corte de 27 mil milhões de euros.

O projeto de lei é contestado pela maioria dos partidos da oposição. Na primeira sessão plenária, os grupos com representação parlamentar apresentaram propostas de emenda à totalidade do Orçamento de Estado.

O primeiro-ministro, Mariano Rajoy, defende que não há alternativa à austeridade:

“A situação é muito difícil, muito complicada e o governo está consciente disso. Por isso, estamos a tomar as medidas para ultrapassar esta grave situação.”

De acordo com o líder do governo espanhol, no Orçamento do Estado estão incluídas previsões económicas que apontam para uma contração de 1,7% da economia.

Recorde-se que as previsões do Banco de Espanha apontam para uma queda de 0,4% no primeiro trimestre do ano, face aos últimos três meses de 2011.