Fechar
Login
Por favor, introduza os seus dados de login

Skip to main content

A justiça internacional condenou pela primeira vez um antigo líder africano. O tribunal especial para a Serra Leoa considerou Charles Taylor culpado de crimes de guerra e crimes contra a humanidade.

Ao final de cinco anos de processo e um ano de deliberações, os juízes reconheceram o papel de Taylor como instigador da guerra civil que provocou mais de 50 mil mortos na Serra Leoa.

Em causa está o facto de ter fornecido armas e apoio à Frente Revolucionária Unida, em troca dos chamados “diamantes de sangue”.

Durante quase 11 anos, os rebeldes foram responsáveis de milhares de mortes, violações, tortura e recrutamento de crianças soldados.

A sentença final deverá ser pronunciada no final do mês. Taylor vai cumprir a pena numa prisão de alta segurança no Reino Unido.

Copyright © 2014 euronews

Mais informação sobre