Última hora

Última hora

Charles Taylor condenado por crimes de guerra e contra a humanidade

Em leitura:

Charles Taylor condenado por crimes de guerra e contra a humanidade

Tamanho do texto Aa Aa

O tribunal especial para a Serra Leoa reconheceu Charles Taylor culpado de crimes de guerra e crimes contra a humanidade.

Ao final de cinco anos de julgamento e um ano de deliberações, os juízes condenaram o ex-presidente da Libéria pelo seu papel na guerra civil na Serra Leoa entre 1991 e 2002.

A sentença final deverá ser pronunciada no final do mês e Taylor deverá cumprir a pena numa prisão de alta segurança no Reino Unido.

O tribunal reconheceu que Taylor forneceu armas e apoiou os rebeldes da Frente Revolucionária Unida em troca dos chamados “diamantes de sangue”.

Um apoio decisivo para o clima de terror vivido durante 11 anos no país, durante uma guerra civil marcada por 50 mil mortos e milhares de casos de violações, mutilações, tortura e recrutamento de crianças soldado.

Detido em 2006 na sequência de um mandado de captura da Interpol, Taylor é o primeiro antigo líder africano a ser condenado por um tribunal internacional.