Última hora

Última hora

Espanha manifesta-se contra a austeridade

Em leitura:

Espanha manifesta-se contra a austeridade

Tamanho do texto Aa Aa

Cinquenta e cinco cidades espanholas são este domingo palco de protestos contra as medidas de austeridade impostas pelo governo de Mariano Rajoy.

O chefe do executivo já se dirigiu aos que saíram às ruas, afirmando que não há “alternativa” e por isso os cortes e as reformas “vão continuar todas as sextas-feiras” nos conselhos de ministros, até ao final da legislatura.

As manifestações foram convocadas pelos dois principais sindicatos espanhóis, segundo os quais é necessário continuar a “protestar contra os cortes e a degradação dos direitos dos trabalhadores. Um retrocesso de 30 anos”. E pior do que a situação atual é a herança que ficará para os “filhos”.

Espanha tem atualmente a maior taxa de desemprego da União Europeia e uma das maiores do mundo: 24%, segundo os dados do primeiro trimestre, o equivalente a mais de 5,6 milhões de pessoas.

O mais recente plano do governo prevê cortes anuais de 10 mil milhões de euros na saúde e na educação. “Povos da Europa, erguei-vos”, apelam os espanhóis.