Última hora

Última hora

Repórter francês ferido e prisioneiro das FARC

Em leitura:

Repórter francês ferido e prisioneiro das FARC

Tamanho do texto Aa Aa

Uma ofensiva das forças militares da Colômbia contra laboratórios de cocaína terminou num tiroteio com as FARC no qual um jornalista francês foi ferido e sequestrado, segundo o ministro dos Negócios Estrangeiros francês.

Roméo Langlois vive na Colômbia há 10 anos, trabalhando como correspondente do canal France 24.

O repórter acompanhava uma operação de desmantelamento de laboratórios utilizados na produção de cocaína, na localidade de La Union Peneya, região de Caqueta.

“O que me relataram os agentes que estiveram com ele até ao último instante é que, a dado momento, Roméo foi atingido por uma bala no braço esquerdo, ficou ferido e, no meio de toda a tensão e pressão, teve a presença de espírito para retirar o capacete e o colete à prova de bala, mostrando ser um civil. De seguida afastou-se da zona para onde os guerrilheiros disparavam”, descreveu o ministro da Defesa da Colômbia, Juan Carlos Pizon.

A troca de tiros fez 4 mortos e 4 feridos entre as forças governamentais.

A atividade das FARC tem-se intensificado. No passado mês de março uma ação dos guerrilheiros matou onze soldados, junto à fronteira com a Venezuela.