Última hora

Última hora

Pode a vitória de Hollande levar ao exílio fiscal?

Em leitura:

Pode a vitória de Hollande levar ao exílio fiscal?

Tamanho do texto Aa Aa

De Victor Hugo a De Gaulle, muitos foram os franceses exilados em Londres. Agora, a capital britânica parece começar a atrair também os exilados fiscais.

A perspetiva de uma vitória de François Hollande nas presidenciais de domingo parece estar a assustar os mais ricos, a quem o candidato socialista prometeu subir os impostos.

“No resto da Europa, o interesse caiu em 10%, mas no caso dos franceses subiu 30%, sobretudo no que toca às casas de mais de cinco milhões de libras. Por isso trata-se de pessoas que procuram mudar-se para cá e viver cá, não de pessoas que procuram investir em casas mais pequenas para arrendar”, explica James Pace, agente imobiliário em Londres.

Se o exílio continua a ser, em grande parte, um mito, as propostas de Hollande não deixam de fazer tremer os mais ricos e motivar fortes críticas por parte do lado de Sarkozy.

Diz Laurent Leclercq, especialista em assuntos fiscais: “O Sr. Hollande propõe um novo imposto, de 75%, às pessoas com um rendimento de mais de um milhão de euros anuais. Esse aumento pode levar algumas pessoas, que antes não pensavam em deixar o país, a deixá-lo agora”.

O candidato socialista lidera as sondagens, agora que falta menos de uma semana para a segunda volta das eleições. Nicolas Sarkozy, que procura um segundo mandato, promete também uma subida nos impostos e um combate à evasão fiscal.