Última hora

Última hora

Rússia: o desfile presidencial do primeiro de maio

Em leitura:

Rússia: o desfile presidencial do primeiro de maio

Tamanho do texto Aa Aa

Vladimir Putin numa manifestação de rua a uma semana de regressar ao Kremlin.

O presidente eleito e o presidente cessante, Dmitry Medvedev, participaram esta terça-feira numa marcha de primeiro de maio convocada pelos sindicatos próximos do partido Rússia Unida.

Uma imagem quase desafiante para a oposição que, desde a eleição de Putin, multiplica os protestos contra o regresso do até agora primeiro-ministro à presidência.

Desde Boris Ieltsin, em 1996, que um presidente russo não participava num desfile de primeiro de maio, na época para tentar contrariar a impopularidade a dias das presidenciais.

Putin reedita a mesma fórmula, num momento em que entregou a direção do partido Rússia Unida a Medvedev, que deverá regressar ao lugar de primeiro-ministro.

Os comunistas realizaram o tradicional desfile de primeiro de maio noutra zona de Moscovo, ao reunirem cerca de 50 mil pessoas.

A oposição ao presidente preferiu esperar pela véspera da tomada de posse de Putin, no dia 6, para regressar às ruas contra a reeleição do chefe do estado.