Última hora

Última hora

ONU ameaça sanções contra Sudão e Sudão do Sul

Em leitura:

ONU ameaça sanções contra Sudão e Sudão do Sul

Tamanho do texto Aa Aa

O Conselho de Segurança da ONU aprovou por unanimidade uma resolução que impõe ao Sudão e ao Sudão do Sul um ultimato de 48 horas para que suspendam as hostilidades, sob a pena de enfrentarem sanções.

Rússia e China juntaram-se aos crescentes apelos pelo fim do conflito na fronteira. Os 15 membros do corpo decisório da ONU deram assim um forte apoio aos esforços da União Africana para travar a violência e levar ambas as partes a iniciar negociações de paz.

A resolução pede aos países vizinhos – que se separaram no ano passado – o “fim imediato de todas as hostilidades” e a retirada das tropas dos territórios.

Desde a independência do Sudão do Sul, em julho de 2011, as tensões com seu vizinho Sudão não pararam de aumentar devido à disputa pelo controlo da zonas fronteiriças ricas em petróleo.

O Conselho ordena que as duas partes comecem a manter negociações de paz em duas semanas com mediadores da União Africana.