Última hora

Última hora

BCE resiste à pressão e mantém política inalterada

Em leitura:

BCE resiste à pressão e mantém política inalterada

Tamanho do texto Aa Aa

O Banco Central Europeu resiste à pressão do mercado e não avança com novos estímulos à economia europeia. Na reunião em Barcelona, o BCE manteve inalterada a política monetária. As taxas de juro mantém-se em 1% e o programa de compra de dívida soberana deve continuar inativo.

Mas o presidente da instituição considera prematuro falar de uma estratégia de saída da crise, tendo em conta a atual situação económica e as tensões nos mercados obrigacionistas. Mario Draghi afirmou que “os últimos indicadores da zona euro mostram uma incerteza que persiste”. E adianta que a economia europeia deverá melhorar, gradualmente, ao longo deste ano.

Há sete semanas que o BCE não compra dívida soberana, apesar da enorme pressão sentida pela Espanha.

Esta quinta-feira, no primeiro leilão desde a degradação da nota pela Standard&Poor’s, Madrid vendeu 2,5 mil milhões de euros em obrigações a médio prazo. Sem surpresas, as taxas dispararam. Nos títulos a três anos subiram de 2,6 por cento, em março, para mais de quatro por cento.