Última hora

Última hora

China: Dissidente Chen Guangcheng pediu ajuda para sair do pais

Em leitura:

China: Dissidente Chen Guangcheng pediu ajuda para sair do pais

Tamanho do texto Aa Aa

Chen Guangcheng, o dissidente chinês que escapou da prisão domiciliária e se colocou sob a proteção de diplomatas norte-americanos pediu ao Presidente dos Estados Unidos que o ajude a sair da China.

Ao fim de seis dias na embaixada dos Estados Unidos em Pequim, enquanto representantes chineses e norte-americanos discutiam o seu destino, Chen Guangcheng saiu das instalações diplomáticas para ir para um hospital receber tratamento a uma ferida numa perna.

Chen disse que quer sair da China e pediu que o ajudassem e à família, a sair em segurança.

“Como parte do nosso diálogo, os Estados Unidos destacam a importância dos direitos humanos e das liberdades fundamentais, porque acreditamos que todos os governos devem responder às aspirações dos cidadãos à dignidade e à justiça.
Como o presidente Obama disse esta semana, a China protetora dos direitos de todos os seus cidadãos, será uma nação mais forte e próspera”, disse Hillary Clinton, Secretária de Estado norte-americana.

Chen Guangcheng, de 40 anos, tornou-se uma figura de referência e fonte de inspiração na luta pelos direitos humanos na China depois de ter denunciado a prática de abortos forçados, no âmbito da política oficial de um filho por casal.