Última hora

Última hora

Atentado no Daguestão assinala regresso de Putin ao Kremlin

Em leitura:

Atentado no Daguestão assinala regresso de Putin ao Kremlin

Atentado no Daguestão assinala regresso de Putin ao Kremlin
Tamanho do texto Aa Aa

O duplo atentado da última noite no Daguestão fez pelo menos 14 mortos e mais de 120 feridos, muitos estão em estado grave. O ataque terrorista na república russa do Cáucaso ocorre a quatro dias do regresso de Vladimir Putin à presidência da Federação Russa. O ainda primeiro-ministro lançou a segunda guerra na Chechénia em 1999. O então movimento independentista transformou-se anos depois numa rebelião islâmica ativa no Cáucaso Norte e em particular no Daguestão.

As autoridades russas abriram um inquérito por terrorismo. Os primeiros elementos da investigação apontam para o rebentamento de um veículo armadilhado perto de um posto da polícia nos subúrbio de Makhaschkala por volta das dez da noite. A segunda explosão, com o dobro da potência, foi provocada depois da chegada da polícia e dos socorristas ao local da primeira deflagração.