Última hora

Última hora

Presidenciais francesas: Bayrou quebra tabu

Em leitura:

Presidenciais francesas: Bayrou quebra tabu

Tamanho do texto Aa Aa

O líder do partido centrista francês vai votar em François Hollande, na segunda volta das presidenciais este domingo.

François Bayrou diz que esta é uma decisão pessoal e já fez saber que não vai dar indicação de voto aos cerca de três milhões de eleitores da primeira volta.

O líder centrista justifica a escolha com o caminho seguido por Nicolas Sarkozy durante a campanha eleitoral. Pela perseguição dos valores da extrema-direita que, segundo Bayrou, colidem com os princípios democráticos.

A decisão do líder centrista surpreendeu tudo e todos porque o ex-candidato tinha tecido fortes críticas face ao programa económico de Hollande.
Os analistas falam de um momento histórico já que pela primeira um líder centrista declara apoio a uma candidatura de esquerda.

Muitos consideram que com o voto em Hollande, Bayrou quis castigar o presidente cessante que de acordo com as últimas sondagens surge creditado com 47 por centos das intenções de voto e a seis pontos de distância do candidato socialista.