Última hora

Em leitura:

Último dia de campanha eleitoral em França


França

Último dia de campanha eleitoral em França

Nicolas Sarkozy questiona a imparcialidade das sondagens que dão como certa a vitória de François Hollande na segunda volta das presidenciais francesas.

O candidato da UMP surge creditado com 47 por centos das intenções de voto e a seis pontos de distância do socialista.

No último dia da campanha eleitoral, o Presidente cessante considera que nada está perdido.

Sarkozy diz que cabe aos franceses decidir em quem vão votar e pede aos eleitores para que antes de o fazerem, tenham em conta o futuro e os valores que almejados para os próximos cinco anos.

Na segunda volta, socialista vai poder contar com o voto do líder centrista do MoDem . François Bayrou diz que esta é uma decisão pessoal e já fez saber que não vai dar indicação de voto aos cerca de três milhões de eleitores da primeira volta.

Hollande sonha com uma vitória esmagadora sobre o adversário da direita, mas reconhece que tal possa não acontecer. Por isso, prefere esperar para ver. Entretanto, apela ao voto em massa este domingo.

A confirmarem-se as previsões, Nicolas Sarkozy, vai ser o primeiro chefe de Estado em França a não conseguir ser reeleito para um segundo mandato em mais de três décadas.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Paquistão:Talibãs matam 20 pessoas e deixam 45 feridas