Última hora

Última hora

Bolsas europeias encerram no "verde"

Em leitura:

Bolsas europeias encerram no "verde"

Tamanho do texto Aa Aa

As principais praças europeias inverteram a tendência negativa do início da jornada e terminaram a sessão em alta.

No rescaldo das eleições em França e na Grécia, os investidores refletiram o sentimento de insegurança sobre a resolução dos problemas da crise da dívida na na zona euro.

Uma situação que acabou por ser corrigida progressivamente, com promessa de diálogo entre François Hollande e Angela Merkel sobre futuro da região.

“Os mercados receiam duas coisas. Primeiro o regresso à antiga política da dívida depois das eleições em França e na Grécia e depois a cacofonia típica do último ano quando os problemas não podem ser resolvidos de uma só vez. Estou certo de que neste momento os políticos têm noção da realidade e que o eixo Paris, Frankfurt e Berlim conseguirá estar unido e resolver os problemas”, analisa Robert Halver, do Baader Bank.

Atenas afundou mais de 6%, depois dos dois partidos que formam o atual Governo de coligação terem perdido a maioria.

Lisboa inverteu a tendência negativa do início da sessão fechou com ganhos acima de 1%.