Última hora

Última hora

Rússia: Putin sucede a Medvedev que sucede a Putin

Em leitura:

Rússia: Putin sucede a Medvedev que sucede a Putin

Tamanho do texto Aa Aa

A dança das cadeiras em Moscovo fica concluída esta terça-feira, quando Dmitry Medvedev vir a sua nomeação como primeiro-ministro confirmada pela Duma.

Esta segunda-feira, Vladimir Putin voltou a assumir o cargo de presidente, que já tinha ocupado durante dois mandatos, entre 2000 e 2008.

Quando por toda a Europa, a bipolarização implode nas urnas, na Rússia cimenta-se a tradição da alternância política na chefia do estado entre os dois homens fortes do mesmo partido.

O mandato do presidente foi, entretanto, ampliado para seis anos, mas esta terceira passagem pelo Kremlin promete não ser uma pêra doce para Putin, que vê a sua eleição contestada nas ruas desde o dia do escrutínio e que assiste a um crescente movimento de massas pela mudança na sociedade russa.

Mas enquanto na magestosa sala de São Jorge, três mil convidados assistiam à tomada de posse, na rua, um enorme dispositivo de segurança tentava conter centenas de opositores em protesto. Cerca de 300 pessoas foram detidas.

No domingo, uma outra manifestação da oposição tinha sido reprimida pela polícia que deteve mais de 400 pessoas.