Última hora

Última hora

Sérvios sem expectativas de grande mudança política

Em leitura:

Sérvios sem expectativas de grande mudança política

Tamanho do texto Aa Aa

O Presidente cessante da Sérvia, Boris Tadic, e o nacionalista populista Tomislav Nikolic vão disputar a segunda volta das presidenciais na Sérvia previstas para vinte de Maio.

Pela primeira vez, desde o desmembramento da antiga Jusgoslávia, as questões enconómicas dominaram o debate político.

Em Belgrado os eleitores mostram céticos em relação a uma possível mudança social para o país. Para este residente o resultado obtido era esperado. “Como se previa, o que são apoiados pelos média, os que estavam no poder ficam no poder. Aqueles que não tiveram a possibilidade de se apresentarem ao povo falharam”.

Para a segunda volta os eleitores apresentam-se sem grandes esperança de mudanças substanciais, sobretudo a juventude como refere Marija, uma habitante de Belgrado.

A coligação formada em torno do Partido Democrático do Presidente cessante Tadic, garantiu 23,2 por cento dos votos.

Liderado por Tomislava Nicolich, foi o Partido Sérvio do Progresso nacionalista, na oposição) que venceu o escrutínio sem atingir a maioria absoluta.