Última hora

Última hora

A revolta da fome dos prisioneiros palestinianos

Em leitura:

A revolta da fome dos prisioneiros palestinianos

Tamanho do texto Aa Aa

O supremo tribunal israelita rejeitou a libertação de dois prisioneiros palestinianos, em greve de fome há mais de 70 dias. Os dois homens protestam contra as condições da sua detenção administrativa, por um período indefinido. Nas últimas semanas mais de 1500 prisioneiros iniciaram uma greve de fome pelas mesmas razões.