Última hora

Última hora

A "transição tranquila" de Hollande

Em leitura:

A "transição tranquila" de Hollande

Tamanho do texto Aa Aa

Depois da vitória no domingo, François Hollande lançou-se já esta segunda-feira no que anuncia como uma “transição tranquila”, antes da tomada de posse no dia 15.

Reunido com os seus principais conselheiros, o presidente eleito começou a trabalhar nos dossiês que vão dominar as primeiras semanas de mandato, marcadas por dois encontros de alto nível e quatro cimeiras internacionais.

A primeira deslocação ao estrangeiro será a Berlim, um dia após a investidura, no dia 16, para reunir-se com Angela Merkel e abordar o espinhoso tema da renegociação do Tratado de Disciplina Orçamental europeu.

Logo depois, Hollande viaja a Washington para um primeiro encontro com Barack Obama, dominado pela preparação das cimeiras da NATO e do G8 e pela decisão de Hollande de retirar as tropas francesas do Afeganistão até ao final do ano.

Mas o momento mais simbólico da “transição tranquila”, ocorre esta manhã, em Paris, quando, a convite do presidente cessante, Hollande desfilar lado a lado com Sarkozy durante as cerimónias da vitória aliada na segunda guerra mundial.