Última hora

Última hora

Coreia do Sul luta contra importação de cápsulas com resíduos humanos

Em leitura:

Coreia do Sul luta contra importação de cápsulas com resíduos humanos

Tamanho do texto Aa Aa

A Coreia do Sul intensificou a luta contra a importação de cápsula com pó de restos humanos provenientes da China. A venda destas cápsulas assenta na superstição de que comer restos humanos, nomeadamente de crianças, ajuda a curar certas doenças ou a potenciar a força física.

Desde agosto do ano passado as autoridades alfandegárias sul-coreanas apreenderam quase 17.500 cápsulas com pó de carne seca, proveniente de fetos e de nados-mortos.

“A sequência do ADN destas cápsulas é de 99,7 por cento, enquanto o humano é de 99,9. Além disso detetámos vírus e bactérias que são perigosas para o corpo humano” – explica um técnico de laboratório da alfândega do aeroporto de Incheon.

As cápsulas apreendidas eram destinadas a particulares. Não há indícios da existência de uma rede de importação.