Skip to main content

|

A actividade militar na Síria diminuiu mas as violações do cessar-fogo continuam.

Estas são imagens de Idlib registas esta terça-feira.

O cessar-fogo foi decretado a 12 de Abril mas a violência causou, desde essa altura, pelo menos 830 mortos, segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

Face à violência dos combate em algumas zonas
o presidente do Comité Internacional da Cruz Vermelha fala em guerra civil localizada.

O mediador da Liga Árabe e da ONU para o conflito sírio, Kofi Annan considera que as violações de direitos humanos, as detenções e torturas “não se têm intensificado” no país, mas algumas personalidades conhecidas por se oporem à repressão do regime de Bashar al-Assad foram detidas nos últimos dias.

Annan apelou para que seja iniciado um diálogo político entre as forças governamentais e a oposição.

Nesta altura encontram-se no país uma equipa com cerca de 60 observadores da ONU, que deverá ser alargada para uma força de 300 militares não armados.

Copyright © 2014 euronews

Mais informação sobre
|

Login
Por favor, introduza os seus dados de login