Última hora

Última hora

Retrocesso generalizado do preço do petróleo

Em leitura:

Retrocesso generalizado do preço do petróleo

Tamanho do texto Aa Aa

O preço do petróleo continua em queda, com os investidores a refletir o clima de incerteza mundial.

A pressão sobre o “ouro negro” mantém-se. O barril de Brent, que serve de referência às importações portuguesas, está em mínimos de mais de três meses e caiu cerca 6% desde o início do mês.

Neste contexo, o ministro saudita do Petróleo, Ali al-Naimi, diz que o maior exportador de matéria-prima está a entregar cerca de dez milhões de barris por dia, a maior quantidade das últimas três décadas.

Os membros da Organização dos Países exportadores de Petróleo consideram que o preço ótimo seria de cem dólares por barril. Receiam que os preços elevados do início do ano possam afetar o consumo e afundar a atividade económica mundial.

Além disso, nos Estados Unidos as reservas de petróleo estão no nível mais elevado desde 1990.

O preço do barril do petróleo do Texas acompanha a tendência e também caiu nos últimos dias para cerca de 95 dólares.