Última hora

Última hora

Sarkozy e Hollande juntos nas comemorações do 8 de maio

Em leitura:

Sarkozy e Hollande juntos nas comemorações do 8 de maio

Tamanho do texto Aa Aa

A imagem é inédita: o presidente cessante e o futuro presidente da França depositam juntos uma palma de flores na sepultura do soldado desconhecido.

Neste feriado francês de 8 de maio, que marca a Vitória de 1945 na Segunda Guerra Mundial, o ainda presidente francês convidou o seu sucessor para as cerimónias oficiais.

“Uma bela imagem da democracia francesa, a alternância realizada”, afirmou mesmo Pierre Moscovici, um dos socialistas próximos de François Hollande.

A tomada de posse no próximo presidente será a 15 de maio, nove dias depois de ter sido eleito. Nesse mesmo dia, Hollande anunciará o nome do primeiro-ministro e um ou dois dias depois terá a primeira prova de fogo: um encontro com Angela Merkel, em Berlim.

A chanceler alemã está de braços abertos mas faz finca-pé: o pacto orçamento de austeridade não é negociável, avisou ontem. “Os nossos amigos alemães não podem fechar dois ferrolhos ao mesmo tempo”, avisou Hollande, por seu lado: “o das obrigações europeias e o do refinanciamento direto das dívidas pelo BCE”.

O novel presidente francês terá a ocasião de mostrar se tem garra, a 23 de maio, na cimeira europeia especial, dedicada ao crescimento.

Ainda disso, na agenda, Hollande tem também uma cimeira do G8, uma da ONU e um encontro com Barack Obama.