Última hora

Última hora

Ucrânia: Iulia Timoshenko põe fim à greve de fome

Em leitura:

Ucrânia: Iulia Timoshenko põe fim à greve de fome

Tamanho do texto Aa Aa

A ex-primeira-ministra ucraniana, Iulia Timoshenko, aceitou a transferência para um hospital público e vai pôr fim à greve de fome que cumpre desde o dia 20 de abril.

A decisão foi anunciada pela filha, Evguenia, que explicou que um médico alemão, Lutz Harms, chegou à Ucrânia para ajudar a paciente a recomeçar a alimentar-se a partir de amanhã.

À saída da prisão, Evgenia Timoshenko disse que
“ela espera que a crise política acabe o mais depressa possível, antes do europeu de futebol, porque é um momento de crise para ela, mas deve ser uma festa do desporto e não uma crise política”.

O caso está a criar fortes tensões ao nível diplomático. O presidente Viktor Ianukovich foi obrigado a cancelar uma cimeira regional informal, depois de os presidentes da Alemanha, Áustria, Itália, Croácia, Estónia, Eslovénia, Bulgária e República Checa se terem recusado a participar, em protesto pelas condições de detenção de Timoshenko.