Última hora

Em leitura:

Cameron promete controlo da dívida e retorno ao crescimento


Reino Unido

Cameron promete controlo da dívida e retorno ao crescimento

Londres tenciona manter a linha da austeridade, apesar do revés nas urnas sofrido pela coligação governamental.

Dois anos após a formação do governo entre conservadores e liberais, David Cameron e Nick Clegg visitaram simbolicamente uma unidade fabril no Essex, onde defenderam a estratégia económica do executivo.

“Lamento mas não podemos voltar atrás na difícil decisão de cortar nas despesas públicas e manter o nosso défice e a nossa dívida sob controlo. Sei que é difícil, mas quando se tem um problema de dívida, a única coisa que não se pode fazer é continuar a aumentar indefinidamente essa dívida”, afirmou o primeiro-ministro

Acusado de ter mergulhado o país na recessão, David Cameron parece ter percebido que nem só de austeridade se faz o caminho para sair da crise e promete medidas para estimular o crescimento.

Os planos do governo são apresentados hoje pela rainha, no discurso à nação.

Entre as reformas a anunciar por Isabel II estão o sistema bancário ou as pensões do setor público, mas aquela que está a criar grande agitação nos meios políticos é a transformação da Câmara dos Lordes num senado, com 80% dos membros eleitos.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Alemanha: Aeroporto Willy Brandt de novo adiado