Última hora

Última hora

Observadores da ONU na Síria escapam a atentado

Em leitura:

Observadores da ONU na Síria escapam a atentado

Tamanho do texto Aa Aa

Os receios da comunidade internacional sobre o agravamento da violência na Síria confirmam-se.

Os esforços da diplomacia não estão a conseguir pôr termo aos combates entre rebeldes e forças regulares de Assad, o mediador internacional. Koffi Annan volta a repetir que existe uma profunda preocupação sobre o risco do pais mergulhar numa guerra civil

Nas cidades rebeldes, no sul do país o ambiente é desde há vários meses de guerra.

Esta manhã uma bomba explodiu em Deraa, logo depois da passagem da caravana de observadores da ONU.

A explosão atingiu um camião militar e feriu oito soldados.

Na coluna da ONU seguia o chefe da missão de observadores, o major-general norueguês Robert Mood, com uma equipa de 12 elementos e vários jornalistas, mas ninguém foi atingido, uma vez que a bomba explodiu a mais de 100 metros da comitiva.

Deraa é considerada a cidade berço da revolta iniciada há 14 meses contra o regime do Presidente Bashar al-Assad.