Última hora

Última hora

Vazio de poder deixa gregos preocupados com o futuro

Em leitura:

Vazio de poder deixa gregos preocupados com o futuro

Tamanho do texto Aa Aa

As comemorações do aniversário da Vitória na II Guerra Mundial têm, para os gregos, um sabor amargo. Estão sem, governo, depois de, nas eleições de domingo, terem derrubado os partidos tradicionais, defensores da austeridade.

A extrema-esquerda anti-austeridade, segunda força mais votada, tem até quinta-feira à noite para chegar a um acordo com outros partidos e formar uma maioria parlamentar. Missão quase impossível que preocupa os gregos, como esta reformada de 80 anos: “Estamos preocupados. Não sabemos o que acontecerá às nossas pensões, se não chegarem a um acordo. Eles é que fizeram asneiras e agora nós é que pagamos!”

Um empresário de 50 anos, por seu lado, admite: “Antes, apoiava os dois principais partidos. Desta vez, fiz uma escolha diferente. Mas, tendo em conta aquilo o que se está a passar, penso que vou voltar às escolhas anteriores.”

Alexis Tsipras, o jovem dirigente da extrema-esquerda, já terá enviado uma carta ao FMI, à Comissão Europeia e ao Banco Central Europeu, para explicar que o voto do povo torna “obsoletos” os compromissos do país. Uma atitude que não deve agradar à Europa.