Última hora

Última hora

Espanha: Bankia pede para ser parcialmente nacionalizado

Em leitura:

Espanha: Bankia pede para ser parcialmente nacionalizado

Tamanho do texto Aa Aa

O quarto maior banco espanhol, Bankia, gravemente afetado pela chamada bolha imobiliária, pediu hoje para ser parcialmente nacionalizado.

O anúncio foi feito pelo Banco de Espanha, após a reunião de acionistas com o novo presidente do grupo BFA-Bankia.

A nacionalização parcial deverá permitir à entidade bancária evitar o reembolso de mais de quatro mil e seiscentos milhões de euros de empréstimos estatais, que serão convertidos em novas ações.

Uma operação que não implica um investimento adicional do estado, ainda que alguns analistas apontem um buraco nas contas, que poderá ainda necessitar de 7 a 10 mil milhões de euros adicionais.

O estado deverá assim assumir o controlo de 100% do BFA, Banco Financiero y de Ahorro, que controla 45% do Bankia.

O banco é a sétima instituição financeira espanhola a ter de ser resgatada pelo estado desde 2008, e a quarta a ser nacionalizada.

O governo de Mariano Rajoy deverá anunciar sexta-feira novas medidas para resolver a crise do setor bancário no país, seriamente afetado por ativos tóxicos do sector imiboliário e construção.

Desde segunda-feira, que a incerteza sobre as contas do grupo BFA-Bankia e a posterior demissão do diretor executivo, Rodrigo Rato, levaram as ações da empresa a caírem mais de 13% na bolsa de Madrid.