Última hora

Última hora

Espanha: Nacionalização parcial do Bankia

Em leitura:

Espanha: Nacionalização parcial do Bankia

Tamanho do texto Aa Aa

Numa resposta à inquietude dos mercados financeiros, o Governo espanhol vai assumir o controlo do Bankia.

A nacionalização parcial deverá permitir à entidade bancária evitar o reembolso de mais de quatro mil e trezentos milhões de euros de empréstimos estatais, que serão convertidos em novas ações.

Com esta operação, o Estado deverá assumir o controlo de 100% do BFA, Banco Financiero y de Ahorros, que controla 45% do Bankia, gravemente afetado pela bolha imobiliária.

Por outro lado, o Governo deverá exigir aos bancos que ponham de lado mais 35 mil milhões de euros para cobrir os empréstimos feitos ao setor imobiliário. Um valor a somar aos 54 mil milhões que este ano já tinham sido canalizados para esse objetivo.

“Continua a haver muita incerteza em relação aos preços dos imóveis, e mais importante ainda, o apetite do setor privado em relação a esses ativos é fraco. Há um grande receio de que o Governo espanhol tenha de intervir mais e tenha se apoiar o setor bancário com um montante mais elevado”, analisa o economista Thomas Costerg.

A notícia teve eco na bolsa de Madrid.

Para que não restem dúvidas, o executivo de Mariano Rajoy garante que o setor bancário do país está seguro e esta sexta-feira deverá anunciar medidas para fortalecer as instituições em dificuldades.