Última hora

Em leitura:

Cameron solidário com Rebekah Brooks


Reino Unido

Cameron solidário com Rebekah Brooks

No âmbito do escândalo do News of The World a antiga responsável pelos jornais britânicos do grupo de Rupert Murdoch, diz que recebeu palavras de apoio do actual primeiro-ministro.

Hoje, Rebekah Brooks foi questionada pela Comissão Leveson – constituída para investigar as escutas telefónicas ilegais nos jornais do grupo e as ligações com os vários líderes políticos britânico.

Para além de mensagens de David Cameron e do actual ministro responsável pela Economia e Finanças, George Osborne, a antiga funcionária de topo do grupo News International revelou que recebeu mensagens de apoio de “outras pessoas que trabalham nesses gabinetes” do Partido Conservador, no poder.

Esta revelações embarçam o governo .

Também o ministro da Cultura do Reino Unido, Jeremy Hunt, pediu conselhos ao relações públicas do grupo de media de Rupert Murdoch para definir uma posição oficial sobre o escândalo das escutas ilegais.

As declarações de Brooks e os documentos agora revelados fragilizam cada vez mais a posição do ministro da Cultura e do próprio primeiro-ministro, David Cameron, que tem defendido a permanência de Jeremy Hunt no Governo.

Artigo seguinte

mundo

Grécia cada vez mais perto de uma nova ronda eleitoral