Última hora

Última hora

Grécia cada vez mais perto de uma nova ronda eleitoral

Em leitura:

Grécia cada vez mais perto de uma nova ronda eleitoral

Tamanho do texto Aa Aa

O líder dos socialista, Evangelos Venizelos, não conseguiu convencer o chefe do Syriza, a esquerda radical para formar governo.

Se não houver acordo, a Grécia terá de voltar a eleições que, a serem marcadas, deverão decorrer em meados de junho.

A Constituição grega estipula que, se nenhum dos três partidos mais votados nas eleições conseguir formar Governo, deve ser convocado novo ato eleitoral.

Alexis Tsipras, cujo partido ultrapssou o PASOK excluiu todas as possibilidades de participar num governo dirigido por Venizelos.

A Alemanha continua a pressionar a Grécia. Depois de ter ameaçado suspender a ajuda externa se o país não assegurar os compromissos assumidos com a troika.

Saída do euro é um cenário encarado como cada vez mais plausível pelos analistas.