Última hora

Última hora

Presidente grego tem última hipótese para evitar repetição de legislativas

Em leitura:

Presidente grego tem última hipótese para evitar repetição de legislativas

Tamanho do texto Aa Aa

A Grécia está a um passo de repetir as legislativas. O líder socialista Evangelos Venizelos não conseguiu convencer a esquerda radical a formar com o Pasok e os conservadores da Nova Democracia uma coligação governamental pró-europeia.

Cabe agora ao presidente grego tentar obter um executivo de unidade nacional.

Venizelos sublinhou que “mesmo que as eleições se repitam, nada vai mudar, com estas atitudes. Este é o momento da verdade”. O líder do Pasok disse, assim, esperar que “todos mostrem maturidade e responsabilidade nas consultas com o presidente”.

A perspetiva de um novo escrutínio afundou o mercado grego para o nível mais baixo dos últimos vinte anos.

Se a iniciativa presidencial falhar, o chefe de Estado deverá convocar novas eleições para Junho.

O presidente da Câmara do Comércio e da Indústria de Atenas espera que “seja obtida uma coligação, caso contrário, um segundo escrutínio, a 10 ou 17 de Junho, poderá resultar num governo, mas o país estará talvez destruído por essa altura”.

Mergulhada na paralisia política desde as legislativas do passado domingo, a Grécia preocupa fortemente os mercados e os parceiros europeus, que se dizem implicados na manutenção do país na Zona Euro, mas avisam que Atenas deverá os compromissos assumidos no plano de resgate.