Última hora

Última hora

Síria: explosão em Alepo enquanto regime diz ter evitado novo atentado

Em leitura:

Síria: explosão em Alepo enquanto regime diz ter evitado novo atentado

Tamanho do texto Aa Aa

Uma explosão seguida por um tiroteio lançou esta sexta-feira o caos em Alepo, segunda cidade da Síria, numa jornada marcada por protestos contra o regime.

Segundo o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, o incidente, junto aos escritórios do partido Baas no poder, fez pelo menos um morto.

A televisão estatal disse que as forças de segurança evitaram um “ataque suicida” em Alepo, um dia depois do duplo atentado que fez 55 mortos em Damasco.

O Conselho Nacional Sírio, principal coligação da oposição, acusou o regime de “recorrer a uma nova técnica, o terrorismo” para sabotar o plano de saída da crise de Kofi Annan.

Numa altura em que a União Europeia se prepara para aplicar novas sanções contra Damasco, o ministro sírio da Informação disse à euronews que “os países europeus partilham a mesma agenda dos Estados Unidos, que têm um velho plano contra a Síria”. Hassan Mahmoud acusa a Europa de “avaliar a situação segundo informações erradas vindas da internet e de páginas web como o Facebook”.

A oposição síria denunciou ataques das forças do regime contra manifestantes em várias cidades, num dia em que milhares de sírios desafiaram a violência para sair novamente à rua em protesto.

A televisão oficial acusou os manifestantes de atacarem uma coluna de veículos dos observadores das Nações Unidas em Damasco.