Última hora

Última hora

Afeganistão: Assessor de Hamid Karzai assassinado em Cabul

Em leitura:

Afeganistão: Assessor de Hamid Karzai assassinado em Cabul

Tamanho do texto Aa Aa

Um representante do Alto Conselho de Paz do Afeganistão e assessor do presidente Hamid Karzai foi hoje morto a tiro em Cabul.

Arsala Rahmani, antigo ministro durante o regime dos talibãs, era um negociador chave no conselho criado por Karzai para iniciar negociações de paz com os rebeldes talibãs.

Ministro do Ensino Superior durante o regime talibã, Rahmani abandonou o movimento e entrou para o governo de Karzai após a invasão do Afeganistão pela coligação militar internacional.

“Quem fez isto é inimigo do Afeganistão, inimigo da paz e inimigo do Islão. Essas pessoas são contra a estabilidade e a paz no Afeganistão. Foi por isso que mataram uma figura nacional do Islão”, disse Najibullah Habibyar um amigo de Rahmani.

Entretanto, o ministério britânico da Defesa anunciou hoje que os
dois soldados mortos no sábado por membros da polícia afegã, eram britânicos.

Os dois soldados participavam numa reunião com autoridades locais na província de Helmand quando foram mortos a tiro por membros das forças policiais afegãs, precisou o ministério em comunicado.

Um dos soldados prestava serviço no primeiro regimento dos guardas galeses e o outro na Real Força Aérea britânica.