Última hora

Última hora

"Indignados" lançam vaga de protestos mundiais que se prolonga até terça-feira

Em leitura:

"Indignados" lançam vaga de protestos mundiais que se prolonga até terça-feira

Tamanho do texto Aa Aa

O movimento dos “indignados” fez-se ouvir em todo o Mundo e os protestos da “Primavera Global” vão multiplicar-se até terça-feira por mais de 250 cidades em todo o Mundo.

A Praça de São Paulo, em Londres, voltou a ser o epicentro da mobilização do movimento “Occupy” no Reino Unido, marcado por momentos de tensão que resultaram em pelo menos 12 detidos.

Na Alemanha, a bolsa de Frankfurt serviu de palco para os protestos anti-capitalistas. Os manifestantes do movimento de “Ocupação” na cidade alemã prometem manter o acampamento instalado há sete meses junto à sede do Banco Central Europeu.

Uma manifestante explica que querem “protestar contra a política que faz dos ricos ainda mais ricos e dos pobres ainda mais pobres. O BCE, em Frankfurt, tem um papel importante. Não podemos aceitá-lo e é por isso que manifestamos”.

Moscovo também foi palco de um protesto, mas com um objetivo distinto. Duzentos ativistas acamparam no centro da capital russa, não para denunciar o capitalismo, mas para voltar a contestar o regresso de Vladimir Putin à presidência.