Última hora

Última hora

Romney opõe-se a casamento homossexual depois de tomada de posição de Obama

Em leitura:

Romney opõe-se a casamento homossexual depois de tomada de posição de Obama

Tamanho do texto Aa Aa

O candidato anunciado da ala republicana para as presidenciais norte-americanas rejeitou abertamente o casamento homossexual.

Mitt Romney assumiu a posição durante um discurso na Universidade Liberty da Virginia, o maior centro educativo cristão dos Estados Unidos:

“A cultura – aquilo em que acreditamos, aquilo que valoramos, a forma como vivemos – é importante. Apesar destes princípios serem fundamentais, poderão tornar-se ocasionalmente tópicos do debate democrático. É o que acontece atualmente com a instituição do matrimónio. O matrimónio é uma relação entre um homem e uma mulher”.

A declaração de Romney é uma reação direta à tomada de posição do presidente Barack Obama, que defendeu abertamente nos últimos dias a união entre pessoas do mesmo sexo:

“Não vamos voltar atrás com o relógio. Não vamos voltar aos dias em que alguém podia ser expulso do Exército dos Estados Unidos simplesmente devido à pessoa que é e a quem ama. Vamos fazer avançar o país”.

Apesar do eleitorado evangélico norte-americano se mostrar reticente à fé “mórmon” de Romney, as sondagens indicam que prefere um candidato que defende os mesmos valores familiares a Obama, que apoia o casamento homossexual.