Última hora

Em leitura:

Rússia: Passeata anti Putin


Rússia

Rússia: Passeata anti Putin

Uma semana após Vladimir Putin ter voltado a ocupar a cadeira presidencial, milhares de manifestantes organizaram um passeio por Moscovo para assinalarem a sua oposição à presidência.

Os escritores Boris Akunin e Dmitry Bykov lideraram o passeio popular pelo centro de Moscovo desde a Praça Pushkin até Chistye Prudiye.

“Este passeio é para mostrar às autoridades que não gostamos da forma como elas nos têm tratado nos primeiros dias do novo mandato de Putin.

Se esta é a versão dois do Putin, que nos foi prometida há muito tempo e com a qual fomos seduzidos, então não precisamos dela. Ele tem de mudar de atitude ou então não sairemos das ruas”, afirmou Akunin.

Desde que Putin assumiu a presidência, a polícia praticamente varreu os manifestantes de Moscovo e deteve pessoas que usavam uma fita branca, símbolo da oposição.

“As eleições não foram honestas nem justas. Queremos que haja justiça no país, que as autoridades respeitem a lei, que a autoridade não seja transmitida por sucessão. Estamos aqui por isso, mas também porque está um lindo dia e os escritores convidaram-nos para um passeio”, disse uma das participantes.

Receosos de mais repressão os ativistas mudaram de tática e em vez de prevaricarem por manifestações ilegais, optaram por longas passeatas em grupo.

Há pontos de vista diferentes para cada história: a Euronews conta com jornalistas do mundo inteiro para oferecer uma perspetiva local num contexto global. Conheça a atualidade tal como as outras línguas do nosso canal a apresentam.

Artigo seguinte

mundo

Afeganistão: Assessor de Hamid Karzai assassinado em Cabul