Última hora

Última hora

Uma derrota sem perigo para a Europa, diz Merkel

Em leitura:

Uma derrota sem perigo para a Europa, diz Merkel

Tamanho do texto Aa Aa

Uma derrota histórica para a CDU desde a II Guerra Mundial no estado da Renânia do Norte-Vestfália.

“Foi uma derrota amarga e dolorosa, mas a CDU tem a tradição de festejar as vitórias em conjunto, e também de considerar que as derrotas são de todos nós. As minhas convicções não serão afectadas. O trabalho na Europa não será afectado porque não há necessariamente uma “contradição entre uma política orçamental sólida e o crescimento”.

A CDU de Merkel conseguiu apenas 26,3% dos votos consentindo assim a vitória aos sociais-democratas do SPD, que obtiveram 39%, um escrutínio que propulsou Hannelore Kraft, a líder regional do SPD, para a cena internacional.

Kraft, em fim de mandato, goza de uma forte popularidade e conseguiu alcançar mais quatro pontos e meio relativamente a 2010.

Apesar destes resultados, Merkel diz encarar as eleições legislativas do próximo ano com serenidade.

Afinal, a chanceler é ainda a política mais popular da Alemanha e, se as eleições decorresem hoje, venceria, embora sem maioria absoluta, sendo por isso obrigada formar uma aliança governativa.