Última hora

Última hora

Dominique Strauss-Khan contra-ataca

Em leitura:

Dominique Strauss-Khan contra-ataca

Tamanho do texto Aa Aa

O antigo chefe do Fundo Monetário Internacional, Dominique Strauss-Khan, caído em desgraça na sequência de um escândalo sexual, processou esta segunda-feira Nafissatou Diallo, a empregada de hotel que o acusou de tentativa de violação.

O processo de Strauss-Khan contra Diallo, no valor de um milhão de dólares, tem lugar exactamente um ano volvido sobre o incidente ocorrido num hotel em Nova Iorque.

No processo Strauss-Khan acusa Diallo de ter mentido intencionalmente às autoridades. O antigo chefe do FMI pretende agora ser indemnizado pelo tempo que passou em detenção assim como por ter perdido o cargo que ocupava e ainda ter sofrido danos à sua reputação.

Reagindo ao anúncio, o advogado de Diallo classificou o processo de Strauss-Khan como um golpe de publicidade.

O caso contra Strauss-Khan acabaria por ser arquivado devido à falta de credibilidade do depoimento de Diallo que acabaria por revelar várias inconsistências.