Última hora

Última hora

Richemont é estrela na Bolsa de Zurique

Em leitura:

Richemont é estrela na Bolsa de Zurique

Tamanho do texto Aa Aa

Que sessão de negociação para a companhia suiça Richemont: o segundo maior grupo de bens de lunho do mundo teve ganhos de 8,06% esta quarta-feira em Zurique graças a resultados anuais acima do esperado. O grupo vai aumentar os dividendos em 22% e irá recomprar 1,7% dos próprios stocks.

A Richemont é proprietária de 18 marcas: Cartier, Piaget, Lancel ou Montblanc fazem parte dessa lista. Até ao final Março, o lucro líquido tinha aumentado 43%. A empresa suíça conseguiu conter a valorização do Dólar, tal como a subida dos preços dos metais preciosos e dos custos de produção. Como? Aumentou os preços.

As vendas não só não caíram como aumentaram: das jóias às malas, até aos relógios, nas lojas como nas vendas online, cresceram em todos os setores. Por causa da crise europeia, Richemont é cautelosa sobre o futuro. Mas aumento das vendas em abril é um presságio muito positivo.